09/05/10

MÃE



Mãe foi feita para acudir a Deus, que precisava de alguém para zelar e amar as
criaturas que Ele ia pondo no mundo.
Então a Mãe foi criada com uma capacidade de amar infinita.
A Mãe foi criada com uma força de leoa brava para proteger sua cria, dando, se preciso for, sua própria vida.
A Mãe foi criada com a capacidade única de rir quando sua vontade é chorar, só para dar alento a seu filho.
A Mãe foi criada com uma paciência enorme, do tamanho da estupidez do filho.
A Mãe foi criada para resistir à judiação do próprio filho.
A Mãe foi criada com um coração-esponja, para enxugar, para além das suas, também as lágrimas do seu filho pródigo.
E foi abençoada com uma generosidade sobre-humana capaz de perdoar sempre mais uma vez…
E é Mãe sempre, mesmo quando zangada, mesmo quando grita em altos brados, mesmo quando renegada.
É Mãe como só uma Mãe sabe ser.





1 comentário:

Sil.. disse...

Carmem, que coisa mais lindaaaa voce deixou lá no meu blog.
Me emocionei, aliás, me emocionei lendo seus textos aqui.
Que maravilha ter te conhecido na data de hoje, Deus tem sido muito bom comigo, colocando pessoas tão especiais como voce no caminho./
Bem vinda minha querida amiga, e tem um trecho do seu texto que peguei pra mim rsrs:

"
E acho que ainda hoje, mulher madura, ainda tenho lá no fundiiiiinho, aquele medo de que Deus se zangue comigo…"

Um abraço enormeeeeee!!