22/06/14

Nem cem anos de glória



Nem cem anos de glória
me compensarão
ou apagarão
as marcas torturantes
de cada minuto vivido
dos dias que se seguiram,
uns aos outros,
e que se tornaram meses…anos…
Nada compensará
a lágrima sem razão
sempre a insistir,
a teimosa.
Nada compensará
o choro estúpido sem freio,
feito criança tola
e ranhosa
que já nem sabe o porquê
de tanto chorar.
E a dor seca?
O lamento
que não chora,
escondido num sorriso aberto.
As gretas como
na terra sedenta
de água,
que, se eu fosse poeta diria:
Rachavam o coração.
Eu, que não sou poeta,
tenho-as entranhadas
em todo o meu corpo.
Cada centímetro meu
é terra árida,
com sulcos profundos
que chuva não trata.
É dor tremenda
que drogas não curam.
E que nem cem anos de glória
apagar-me-ão da memória.








17 comentários:

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida Carmen.. tua poesia reflete tb muito do que sinto.. mas temos que nos manter lutando para encontrarmos nosso lugar ao sol.. somos sim teimosos, insistimos nos erros e só insistindo neles que eles vão ser sublimados.. bjs de bom dia e até sempre

Lapidando Versos

Marisa Giglio disse...

Carmem , seus poemas sempre intensos e belos .
Gosto muito .
Beijos

Marisa Giglio disse...

Carmem ,
Seus poemas sempre intensos e belos .
Gosto muito .
Beijos

© Piedade Araújo Sol disse...

profundo e forte.

há mágoas que nunca se vão esquecer.

:)

Clau disse...

Oi Carmem :)
Parabéns pelo texto bonito, forte, e complexo.
Beijos \o/

Amara Mourige disse...

Carmem, que lindo quanta intensidade nesse poema!Maravilhoso!!
Beijos
Amara

Graça Pires disse...

Sentimentos intensos neste poema tão sensível...
Beijo.

SOL da Esteva disse...

O teu Poema é lindo e tem uma magnífica Mensagem.
"Nem cem anos de Glória" compensarão os merecimentos de quem é mulher, mãe, filha, neta...
Não podemos esperar compensação ou gratidão, mas prosseguir no caminho recto que um dia traçamos para nosso destino.
Parabéns.



Beijos


SOL

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde,
Poema belo e intenso, existem magoas que nos marcam e dificilmente são superadas, mas também existe momentos de felicidade para sempre recordar.
Dia feliz
AG
http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

Nilson Barcelli disse...

Há coisas da nossa vida que nada as apaga...
Excelente poema, gostei imenso.
Tem um bom fim de semana, querida amiga Carmem.
Beijo.

Mariazita disse...

Bom dia, Carmen
Um poema muito intenso, que transmite sensações bem diversas.
Há acontecimentos e momentos na vida que perduram na nossa memória, e perdurariam por séculos, se a vida chegasse a tanto...

Muito obrigada pela visita à minha «CASA» e por suas palavras tão gentis.

No próximo dia 30, como em todos os finais de mês, publicarei um "poema" (não sou poetisa...apenas escrevo uns versos de vez em quando...).
Gostaria de saber a sua opinião, já que é um "campo" onde estou dando os primeiros passos.

Óptimo final de semana.
Beijinhos

Fê blue bird disse...

Palavras que encerram tanta dor que me muito me comoveram .
Intenso, sentido e belo poema.

Mas há sempre um lado do sol no coração de uma mãe.
beijinho

Anne Lieri disse...

Carmen,que emocionante sua poesia! Beleza de ler! bjs,

Maria Emilia Moreira disse...

Sensibilidade à flor da pele, Carmem!
Um belo poema para ler e meditar.
Um abraço amigo.

Dorli disse...

Não amiga,

As marcas torturantes deverão ser esquecidas. Olhe para trás e veja: quantas pessoas passam fome e não têm o que comer.
Toda dor, vergonha e desgaste físico e mental é para purificar nossa alma e a recompensa chegará, se não aqui, em um outro plano com muita serenidade
Beijos
Lua Singular

Artur César disse...

Forte isso que escreveu!
Intenso e pungente, gostei muito !

Artur César!

LUCIENE RROQUES disse...

Bela poesia Carmem.
Agradeço as sua palavras em minha página.
Tenha uma excelente semana.
Um grande abraço!