10/09/15

É urgente a alegria



Por estes lados, apesar do regresso de alguns à labuta do dia-a-dia, o nosso espírito ainda saboreia da leveza das férias, aproveitando as últimas réstias do sol de verão e a companhia do nosso apaixonado mar, esse, que deu de se espreguiçar numa languidez de dar gosto oferecendo-se aos últimos mergulhos. Por tudo isso, não falarei de tristezas.
Admirem-se, mas não tenho coragem. Seria como estragar um fim de tarde de Agosto, daqueles em que o sol lambe o mar, a estender-se até à areia morna e eu fosse varrê-lo com uma rajada de vento das que vêm do frio norte. Não. Por agora, ainda que os problemas proliferem em equações impossíveis e que o desespero esteja a caminho de nos bater à porta, ignoremos tudo. Vivamos em ritmo de férias.

 
Desfrutemos da magia do momento, como se não houvesse amanhã, tal e qual como quando vivemos aquele primeiro amor, lá distante, na adolescência, quando tudo era bom e o estado de graça era possível e a felicidade era eterna e, ouvíamos um anjo bom sussurrar-nos ao ouvido:
 "Só hoje" .
Vivamos, então, o dia de hoje, assim dessa mesma maneira, com essa mesma intensidade.
Não pensemos, ainda, na lista de obrigações que nos aguarda amanhã, não nos percamos em contas de cabeça. Desfrutemos apenas deste mar que nos apela à doce indolência que os deuses nos oferecem.


É urgente a alegria.
É urgente o riso fútil,
A gargalhada sem compromisso.
É urgente a ida sem destino,
O turbilhão de conversas inúteis.
É urgente adjectivar sem sentido,
Usar de banalidades,
Sobrepor a voz ao ruído.
É urgente olvidar,
Antes que venha o néscio lembrar-nos
Que a vida corre lá fora.





65 comentários:

Maria Eu disse...

Que assim seja, Carmem!

Beijinhos. :)

Ana Paula disse...

Há muita sabedoria em deixar lá fora, tristezas. Essas existem e sempre existirão e em alguns momentos beiram o insuportável. Mas saber apreciar essa exuberância de mar, areia, sol, é cuidar-se para retornar bem e fortalecido.
A leveza da tua postagem como os enamoramentos da adolescência me faz admirar como vocês, aí do outro lado do oceano apreciam o mês de agosto.
Cá, o mesmo agosto é carregado pelo imaginário coletivo de desgostos, de mês agourento.
Vamos então ao riso fácil, à conversar amenidades e trazer a leveza para dentro.
Desfrute seu final de verão!
Beijo.

✿ chica disse...

Texto lindo com 8uma mensagem encorajadora e alentadora! precisamos disso sempre!Adorei! bjs, chica

Ana Freire disse...

Totalmente de acordo, Carmem!...
Às vezes para o nosso próprio equilíbrio, devemos mesmo fazê-lo só hoje... para prolongar um pouco mais, daquilo que o mundo, nos tempos actuais, se recusa a oferecer-nos... alegria...
E eu acho que vou deixar um pouquinho desse só hoje... para amanhã... e depois... e depois... para o fazer durar... nem que seja por apenas só um momento...
Precisamos de momentos assim... em que nos desligamos do mundo... senão é o caos... num imenso mar de problemas... e a vida passa... sem darmos por nada... na pressa dos dias...
Beijos
Ana

Elvira Carvalho disse...

Um texto, feito poesia da primeira à última linha, de que gostei muito.
Um abraço

Graça Pires disse...

Muito belo, Carmem. É urgente a alegria. É urgente sermos felizes. É urgente viver.
Um beijo.

Emília Pinto disse...

O verão está a acabar, o sol vai ficando cada vezz mais envergonhado, escondendo-se atrás das nuvens e a tristeza vai entrando nos nossos corações. Gosto muito de calor, de sol e a mim ele faz-me muita falta. Mas...como bem dizes, aproveitemos estes dias, como se ainda estivessemos de ferias ; façamos tudo para que a alegria se mantenha em nós e assim suportemos melhor os dias frios que aí vêm. Podemos sempre ver sol através dos pingos de chuva e encher o nosso coração de calor apesar do gélido dia. A alegria é urgente, sim, amiga, apesar dos horrores que nos entram casa adentro pelos meios de comunicação. Há que prestar atenção a eles, pois dizem -nos respeito, mas se a escuridão estiver instalada no nosso interior, nao seremos capazes de enxergar nada. Goste imenso, Carmem. Muito obrigada pela reflexão a que as tuas palavras nos levam. Beijinhos e fica bem, sempre com muita alegria.
Emilia

manuela barroso disse...

Tão bom ouvir-se este som de mar como se fosse monocórdico, bater-nos à porta da alma e lembrar-nos de que afinal há sempre tempo para sermos felizes, viver a alegria, nem que seja "só hoje"!
Tão bom este acordar em sussuro, avisando-nos que temporais ainda darão tréguas para vivermos o sol morno de hoje
Tão bom chegar aqui sentir poesia e sorrir!
Obrigada Carmen!
Beijinho

Gracita disse...

Oi Carmen
É importante e necessário deixar a alegria penetrar em nossa vida vivendo o hoje e extraindo dele tudo que ele nos oferece de melhor
Uma belíssima mensagem de otimismo
Beijos e carinhos

As Mulheres 4estacoes disse...

"Só hoje"...vou ser mais alegre, mais generoso, mais leve. Assim deveríamos pensar a cada dia.
Linda postagem.

lis disse...

Tão bonito Carmem seu texto, em forma de poesia.
Temos urgência de alegria e de paz entre os homens.
Que dó tenho de ver que a vida passa e o desamor aumentar a cada dia.
Vou parar um pouquinho enquanto viajo_ depois volto ok?
beijinhos e fique bem _que nossas esperanças se renovem e a alegria se espalhe por todo o mundo.

Cadinho RoCo disse...

Imagem linda completada por versos ondulados pela felicidade salgada pelo mar.
Cadnho RoCo

Bergilde disse...

Oi Carmem,bom dia e um ótimo final de semana pra você! Por aqui também enfrentando esta nova fase de regresso à rotina lavorativa e escolar.Belo poema e mensagem positiva e bem encorajadora para o porvir...Carpe Diem!
Abraço fraterno,

Mariangela do Lago Vieira disse...

Oi Carmem, boa tarde!
Todos precisam ser felizes, reencontrar a felicidade e viver em paz!
Lindo texto!
Beijos!
Mariangela

Bandys disse...

Desejo que o seu melhor sorriso, esse aí tão lindo, aconteça incontáveis vezes pelo caminho. Que cada um deles crie mais espaço em você. Que cada um deles cure um pouco mais o que ainda lhe dói.
Feliz dia de hoje
Beijos

Isabel Gomes disse...

Tem razão Carmen. É urgente a alegria. Vivemos todos demasiado tristes, preocupados, agastados... Uma boa gargalhada precisa-se.

Bjs

Isabel Gomes

O meu pensamento viaja disse...

Ah! Carmen, obrigada pela saudade boa que em mim reacendeste, daquele primeiro amor em que o estado de graça era possível. Pena que só funcione mesmo com o primeiro amor.
Beijo da Nina

Isabel disse...

Custa um bocadinho recomeçar, mas eu sou positiva e felizmente gosto do que faço.

Um bonito texto, o seu:)

Procuremos a alegria e a felicidade:)

Beijinhos e um bom fim-de-semana:)

Manuel Luis disse...

Sempre é possível desde que de boa vontade!
Hoje voltei às ondas temperadas do sul, aproveitar as livres manhãs deste longo verão seco.
Volta? Eu voltarei!
Bj

cris braghetto disse...

Oi, Carmen.
Uma bonita mensagem de incentivo à alegria e felicidade.
É certo que a tristeza, o cansaço e o desanimo muitas vezes são inevitáveis, mas, é preciso dar a volta por cima, como você, muito sabiamente, descreveu em seu texto.
Adorei!
Grande abraço.

Marineide Dan Ribeiro disse...

Á medida que nos tornamos adultos as chances de momentos felizes ficam raras...Por isso é preciso aproveitar cada instante que a vida oferece...


Beijos

ReltiH disse...

UN MENSAJE MARAVILLOSO!!!
ABRAZOS

Guaraciaba Perides disse...

Oi,Carmem...as urgências da vida naquilo que ela tem de bom...só ´por hoje.
Muito bom!
Um abraço

. intemporal . disse...

.

.

. é urgente e é mais do que urgente que esta belíssima composição seja lida e relida vezes sem conta . a cada a acordar . e a cada entardecer . como se fora um credo . sobre o qual "o mundo pula e avança" .

.

. bom fim.de.semana . e um sorriso meu . :) .

.

.

heretico disse...

muito agradável e reconfortante ler teus textos.

beijo

Ane disse...

Oi Carmem! Gostei muito de te ler,acho que tens toda razão,a vida devia ser assim leve,com muita alegria e sem preocupações...Um abraço!

Helena disse...

Carmem, minha doce amiga, estou aqui frente ao mar e absorvendo esta envolvente mensagem que hoje nos deixas neste findar de verão aí para os teus lados. Olho o mar derramar suas ondas numa praia salpicada de pessoas que buscam nas suas águas este clamor de entusiasmo que aqui defendes com tanto ardor. O mar sempre me trouxe uma certa nostalgia, um estado de alma que parece me remeter a uma outra época onde fiz a descoberta do primeiro amor, e deste em que agora me amparo num momento em que o Inverno ainda persiste em acomodar-se na alma. Estamos chegando ao início da Primavera aqui no nosso hemisfério, mas sei que apesar das flores a culminar perfume e beleza nos jardins e parques, meu coração estará ainda sofrendo os rigores do Inverno, pois a Primavera não me trará aquela flor que tanto desejei ao longo deste tempo...
Mas é tempo de alegria, como bem disseste neste texto de admirável exatidão, e de alguma forma a estou encontrando no riso das crianças que me chegam até a varanda, nas brincadeiras dos jovens no cortar das ondas, nas gargalhadas dos adultos que se divertem entre os amigos tomando, o que parece ser, uma geladinha no ponto e um peixinho de primeira. São estes sons que vieram acompanhar a minha tarde e o meu contemplar deste mar tão conhecido meu, enquanto saboreio este teu texto tão aprazível de se ler.
Posso até dizer, meu anjo, que a tua postagem fez nascer um sorriso no meu rosto tão ausente de alegria, um sorriso meio triste, mas mesmo assim um sorriso. Grata por esta dádiva e por todo o afeto lá no meu cantinho.
Te gosto muito, deste gostar que atravessa um oceano inteiro para dar-te um abraço amigo e desejar que as horas dos teus dias transcorram em plena alegria, uma imensidão desta que hoje tu vieste nos ofertar.
Um beijo carinhoso da
Helena

ॐ Shirley ॐ disse...

Sim, Carmem, viver com calma...Um dia de cada vez...
beijos!

Maria Rodrigues disse...

Excelente reflexão.
Há que saber aproveitar o melhor da vida.
Beijinhos
Maria

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Uma bela mensagem não só para o fim do Verão mas para todo o ano e é urgente que tenhamos sempre alegria e prazer na vida.
Um abraço e bom Domingo cheio de alegria.

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Como se fora uma alegre despedida de Solteira das férias e do mar, assim as tuas palavras.

O Verão já vai findar
Sem nos "pagar" o abono.
Outro tempo vai chegar,
Colorido, sem ter par,
A que chamamos Outono.


Beijos
SOL

Eliete disse...

Olá Carmem, bom dia! Obrigada pela sua visita e pela contribuição tão importante ás minhas palavras. Gostei de seu cantinho e já estou seguindo-a.bjs

mfc disse...

Identifico-me com essa forma de pensar que expuseste.
A vida é curta demais para que não haja a obrigação de deixar para trás o que não nos torna essa vida melhor e mais sorridente.

AC disse...

Carmen,
É urgente, acima de tudo, viver a vida na sua verdadeira essência...
Fruí e... gostei!

Um beijinho :)

Magia da Inês disse...

-`✺´-
Precisamos adoçar nossa vida!!!

Uma boa semana, cheia de surpresas agradáveis!
Beijinhos.
-`✿´-

© Piedade Araújo Sol disse...

e que assim seja, e que com a alegria também um sorriso, que não custa nada a quem sorri e é tão bom para quem o recebe.

uma boa semana.

um beijo

:)

Silenciosamente ouvindo... disse...

Um belíssimo texto.
Urgente ser feliz, sem dúvida que é.
Desejando que se encontre bem.
Bj.
Irene Alves

Van disse...

Oi Carmem

Capturar a alegria e espalhá-la por todos os nossos dias

Texto, lindo e inspirador!

Beijos

Zilani Célia disse...

OI CARMEM!
É URGENTE NOS DARMOS CONTA DA BREVIDADE DA VIDA E A VIVERMOS COM TODA A INTENSIDADE.
LINDO E REFLEXIVO, AMIGA.
ABRÇS
-http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Cristina Pavani disse...

Como são boas as férias, Carmem... E ao regresso na vidinha, levamos por tempos as férias sensorialmente impregnadas em cada poro, em cada fio de cabelo!

Beijo Brasil

Lilazdavioleta disse...

É urgente a doçura , a delicadeza e outras coisitas mais , para que a alegria se aproxime .

Um beijo Carmem e boa semana ,
Maria

Suzete Brainer disse...

É urgente que a alegria se faça presente
num processo renovador de tantas sombras,
a luz de um sorriso...
Um texto poético belo e tão essencial,contagiante!
Um domingo luminoso para ti, Carmem.
Beijos.

Nadja disse...

Carmen querida,

O espírito das férias deveria viver em nós o ano inteiro, infelizmente, nem sempre isso é possível.
Porém, quando o sentimos, nada melhor do que usufruir cada segundo destes momentos mágicos!
Amei o texto e a reflexão!

Linda semana!

Bjksss

MARIPA disse...


Carmem querida!

Este texto lindo devia ser lido, todas as manhãs, como uma prece. Um apelo à alegria, era a melhor maneira de começar o novo dia.

É urgente esquecer os problemas...

Beijinho carinhoso e amigo.

GL disse...

A alegria não é urgente, é obrigatória e cada vez mais.
Boa semana.
Abraço

Lune Fragmentos da noite com flores disse...

Pudera eu preservar esse espírito de alegria que transcreves nas palavras deste teu post.

Mas sim, tens razão. É urgente a alegria (poema sob mote de Eugénio de Andrade que leio e admiro, como poeta) que li com carinho.

Foi reconfortante apanhar aqui teu raio de sol.
Um beijo

Rita Freitas disse...

Lindo este texto com perfume de fim de verão e serenidade deixada pelo mar.

Beijinhos e uma boa semana

Boop disse...

É verdade!
às vezes é tão bom parar.
:)

Clau disse...

Olá Carmem,
Como é bom eternizar instantes...
O mundo pode estar desabando,
mas às vezes é preciso 'desfrutar
da magia do momento'.
Beijos :)

Diana Fonseca disse...

Voltar ao trabalho é sempre um tédio mas não podemos deixar que a tristeza tome conta de nós.

Cadinho RoCo disse...

Já de volta.
Cadinho RoCo

Ana Tapadas disse...

Que apelo tão bom! Especialmente para pessoas como eu que levam tudo excessivamente a sério...bom te ler!

É urgente o amor
É urgente um barco no mar

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos, muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.

Eugénio de Andrade, in "Até Amanhã"

BIA disse...

Olá Carmem!

Bom ler estas palavras que nos trazem alegria, infelizmente psicopatas insanos fazem a guerra e a discórdia, no entanto encontramos a paz e a harmonia naqueles que espalham as coisas maravilhosas da vida. Férias é tudo de bom! Amo o sol e o mar, é uma energia positiva e uma das coisas mais belas da vida que traz saúde e bem-estar! :)

Bjs

VitorNani disse...

Oi, Carmem!
Que bom poder deixar as ondas do mar sussurrar seus gemidos e ocupar o lugar da tristeza de ver o Verão despedir-se!
Beijos e boa semana!

Pedro Luso disse...

Aqui, do outro lado do Atlântico, estamos nos aproximando da primavera. O verão, as férias, as praias, a serra e outros pontos turísticos estão ainda um pouco distantes. Mas você tem todos os motivos para guardar essas alegres lembranças das férias, o que é muito bom.
Abraços,Carmem.

carla capricho disse...

É isso mesmo , a última frase diz tudo : a vida corre lá fora !!!
por isso é urgente ser feliz hoje , porque o futuro a deus pertence .
O texto está lindo , obrigada por tanta inspiração :)
beijos

Cristina Cebola disse...

Um texto repleto de sabedoria, muito bem escrito e que nos leva à reflexão.
Nada mais importa que a alegria do momento...
É urgente que saibamos viver...

Beijinho meu

Tais Luso disse...

Seria maravilhoso se conseguíssemos viver como se estivéssemos de férias, dar uma esticada na alegria e deixar muitas bobagens passar, seguir seu caminho. Eu quero tentar, acho que ganharei qualidade de vida.
Gostei muito desse seu texto, Carmem.
Beijinho.

Odete Ferreira disse...

Sobretudo é urgente viver na plena acessão da palavra!
Gostei muito de saborear este texto tão inspirador!
Bjo, Carmen :)

Rui Pires - Olhar d'Ouro disse...

Excelente reflexão! Adorei!
Obrigado,
Rui

Gaby Soncini disse...

Que texto e poema mais lindo e alegre de ser ler! É um sopro do mar no rosto!

Beijos!

Jaime Portela disse...

Um excelente post, minha amiga.
Pelo texto em prosa, que é positivista da primeira à última linha (de choradinhos estamos todos fartos...).
E pelo poema, que é belíssimo e está em linha com a prosa.
Por tudo isso, gostei imenso de a ler.
Carmem, tenha um bom resto de semana.
Abraço.

Helena disse...

Apenas para deixar-te um beijo de boa noite no desejo de que lindos sonhos estejam a colorir as horas dos teus dias com as cores mais vistosas do arco-íris.
Meu carinho,
Helena

Labirinto de Emoções disse...

Olá Carmem

Obrigada pela visita à mibha "casa"
É urgente sim as gargalhadas, o sol, a alegria de viver, ver o mar e deixar que ele nos lave a alma.
Gostei muito de a ler.
Beijinho e resto de Bom fim de semana
Teresa

O meu pensamento viaja disse...

Carmem, admito, obrigo-me, policio-me nesse exercício permanente do aqui e agora. E, quando o dia acaba, alimento o ritual do balanço, da conclusão positiva de que "hoje tudo correu bem".
Beijo. Bom domingo.