27/06/16

Quando um grito ecoa ...










https://pt.wikipedia.org/wiki/O_Grito_%28pintura%29#/media/File:The_Scream.jpg

Eis que te apercebes que o teu grito, antes calado e entalado em ti, se expandiu no tempo e no espaço, ganhou vida própria, galgou montanhas, acercou-se de outros: queria ser ouvido. E foi.



InVersos: Carmem Grinheiro - Meu Grito por InVersos


Por esta atenção agradeço à equipa do     InVersos 

Também pode, se preferir, viajar até ao Facebook    AQUI


 

28 comentários:

Maria Eu disse...

O teu grito chegou até mim!

Beijos, Carmem :)

✿ chica disse...

Que coisa linda,Carmem! Gritos que precisam ser ouvidos, bom quando o conseguem ser! Adorei! bjs, tudo de bom, linda semana,chica

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Carmem, bem interessante o seu trabalho de colocar em versos a angústia existencial da tela.
Um abraço

Graça Pires disse...

Um grito que ecoa no coração dos que conhecem todos os silêncios. Gostei de ouvir o seu poema pelo "InVersos". É fantástico!
Beijos

Bia Hain disse...

Olá, Carmem, que interessante, transformarem seu poema em um vídeo. A trilha de fundo só aumenta a intensidade dos sentimentos expressos em palavras. Parece-me sobre uma mágoa que não deseja ser calada, e sim explodir para quem sabe, abrir espaço para sentimentos apaziguadores. Abraços!

manuela barroso disse...

Muitos parabéns, Carmen por este Grito que declamado por Rui Diniz é o eco que atinge os confins do espaço!
Beijinhos!

Clau disse...

Olá Carmem,
Já tinha lido esse belo poema,
e agora, gostei da interpretação de Rui Diniz.
Leitura boa de se ouvir e sentir.
Beijos!

Brisa disse...

No grito abafado,voa por entres nuvens e montanhas,ganha vida a quem o ouve...

Beijinho Carmen...gostei do teu grito

Maria Rodrigues disse...

Carmen, absolutamente belo e tocante.
Um grito em forma de poesia que toca o nosso coração.
Beijinhos
Maria

Minhas Pinturas disse...

Carmem emociona e traduz as ansiedades que todos temos atualmente em todos os cantos do mundo, a necessidade de gritar e que ouçam nossos gritos. Lindo!
Parabéns, beijinhos
Léah

graça Alves disse...

Lindíssimo, Carmem numa excelente interpretação de Rui Diniz!
beijinho

heretico disse...

excelente composição...
um grito vestido de música

parabéns

Avelã disse...

Uau, parabéns! Confirma-se que tanto lido como ouvido o poema é fantástico :)

Fê blue bird disse...

Carmen:
Este seu Poema merecia este destaque e divulgação.
Parabéns ao "InVersos" por dar voz a este seu/nosso grito
Um beijinho grato

Tais Luso disse...

"Soltar minha dor,
deixá-la ir dizer
ao céu
o quão grande ela é,
o quanto
que me deixou sofrer."

Carmem, que lindo, que força existe nesse poema!
Ouvi em vídeo e também li no Face. Mágoas dores profundas, difícil um coração que segure... São dores que não calam.
Meu aplauso, querida amiga.
Beijo e meu carinho.

Odete Ferreira disse...

PARABÉNS, Carmen!
É sempre um gosto ter um poema no InVersos!
Bjo de carinho :)

Vera Lúcia disse...


Olá Carmem,

Ouvir este poema, assim declamado, o torna ainda mais forte, intenso e emocionante.
Lembro-me de quando você o publicou por aqui.
Parabéns pelo merecimento de ver esta sua criação poética lida no Inversos e com uma linda e arrepiante produção!

Beijo.

Ana Freire disse...

Que trabalho maravilhoso, Carmem!
A força das suas palavras, combinada com a brilhante declamação de Rui Diniz, e a extraordinária e acertadíssima escolha musical... originou um trabalho notável!!!!
Muitos parabéns, a todos os envolvidos, neste projecto, excepcional!
Beijinhos! Bom fim de semana!
Ana

Ana Paula disse...

Maravilhoso Carmem!
Como bem disse a Bia, a trilha de fundo, o som da percurssão, só aumentam a intensidade de tuas belas palavras.Um grito traz tanto alívio para a dor...
Beijo, adorei!

Jussara Neves Rezende disse...

Essa tela de Munch sempre me impressionou... e os seus versos a interpretaram tão bem... com tal emoção! Amei!

Ane disse...

Oi Carmem!Adorei ouvir os versos...Um grito que ecoa em muitos corações,um grito que todos nós temos entalado na garganta...Um abraço!

Crocheteando...momentos! disse...

Uma tela linda...bem significativa!
Adorei sua escolha...bj

Andreia Morais disse...

Fantástico!

Bom domingo*

Maria Gloria D'Amico disse...

Carmem, querida, boa noite!
Espetacular este obra! Chegar aqui e ser surpreendida, ser tocada pela beleza de palavras emocionadas. Um presente, de verdade.
Deixo o meu abraço mais afetuoso e um beijinho.

Ailime disse...

Boa noite Carmen,
Que poema tão lindo!
O grito suspenso que todos algum dia já experimentámos, magnificamente declamado, num trabalho conjunto espectacular.
Os meus Parabéns!
Beijinhos,
Ailime

GL disse...

O grito não ecoa, o GRITO é ensurdecedor!

Abraço.

Parapeito disse...

Um grito que faz eco dentro de nós.
Adorei.
Brisas doces*

Magia da Inês disse...


✿゚╮Bom fim de semana!ه° ·.
✿⊰ه° ·.Beijinhos.