01/06/16

O outro mundo de crianças


http://fotos.sapo.pt/sophia40/fotos/falta-agua/?uid=dJo3DB7KBD0TtvKLlSyA

































O pranto da tua mãe embala-te o sono,
o seio farto de fome alimenta-te de nada,
porque nada é tudo
em chão gretado
onde germina a dor.
Medras sem desabrochar,
tu, que desinventaste a vida,
Criança:
não conheces o sonho
nem sabes esperar.
Tão grande, o lamento.
A lua cheia minga no firmamento.
O mundo anoitece sem amanhecer.
Não queiras ver estrelas,
Criança,           
o que brilha no céu são canhões.
Não entoas cantigas de roda,
mas conheces o canto do horror,
conheces monstros e dragões,
que não saem das histórias de fantasia.
A vida não tem borracha nem lápis de cor,
água pura, só a tua lágrima,
mas em cada passo teu,
Criança,
és poesia.
  


leia aqui: observador.pt

http://fotos.sapo.pt/

36 comentários:

✿ chica disse...

Tristes versos infelizmente tão reais para tantas crianças.
Que pena tudo isso! Mesmo assim, elas são e serão poesia! beijos, chica

Zilani Célia disse...

OI CARMEM!
TRISTES VERDADES QUE NOS FAZEM DOER O CORAÇÃO.
MAS, NÃO POSSO SAIR DAQUI SEM DIZER DA BELEZA DE TUA POESIA, QUE RETRATA EM PALAVRAS TAMANHA DOR.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Versos tristes,mas de acordo com a realidade em que vivemos infelizmente!
Amei ler.
Bjs Carmen.
Carmen Lúcia.

Gracita disse...

Bom dia Carmen
O retrato da dura realidade que vive as nossas crianças
E ainda não existe um órgão competente para assegurar-lhes o essencial... segurança, proteção, zelo, cuidados, amparo e amor
Oxalá um dia esse triste quadro possa mudar e nossas crianças possam sorrir
Um dia iluminado querida
Beijos

Patricia Merella disse...

Lendoa-a,reportei-me aos meus 15 anos quando eu trabalhava em uma causa social.Como é triste crianças sem , àgua e alimento,sem escola,sem sonho.Tão verdadeira esta poesia,tão perto de nós e as vezes eu peço desculpa a Deus por ser tão egoista e n fazer mas pelo próximo.Beijinhos

Diana Fonseca disse...

Uns com demasiado e outros sem nada. Que injustiça!

manuela barroso disse...

Arrepiastes os textos informativos . Dilacerantes os versos na poesia de tanta dor e de revolta em metáforas tão tristemente belas , Carmen !
Porque a dor escreve em pessoas especiais poesias assim : lágrimas em gotas de dor
Beijinho ! :)

Elvira Carvalho disse...

Um poema muito triste, porém muito bem escrito. Obrigado pela partilha.
Abraço

Guaraciaba Perides disse...

A tristeza do mundo real atinge a todos , inclusive mais pungente quando se trata de seres indefesos como as crianças que sofrem mais porque não entendem o porquê de tudo.
Um abraço

Minhas Pinturas disse...

Carmem triste este nosso mundo atual, o que era para ter evoluído como a compaixão, o amor ao próximo, a paz, a proteção às crianças para que tivéssemos um mundo melhor, involuiu, regrediu e o que se vê é essa miséria de uma humanidade sem entranhas, egoísta, com sede de poder onde só dão valor ao dinheiro.São piores que animais irracionais.
Embora muito triste e real seu poema é muito lindo e cala profundamente em nossos corações.
beijinhos,
Léah

Toninho disse...

Olá Carmem, um belo grito para esta coisa triste que assistimos.
Criança é poesia em meio ao descaso internacional, que geram as
crianças de olhares tristes.
Bonito trabalho da sua poesia.
Um bom belo fim de semana.
Meu carinhoso abraço de paz.

alfacinha disse...

Essa palavras tristes doem o corração
abraço

graça Alves disse...

Triste e infelizmente real!
Bem-haja!

Artes da Velha disse...

É uma triste realidade, muito injusta ... Para denunciar sempre!
Bjs e bom fim-de-semana

Emília Pinto disse...

O que se faz com as crianças, Carmem, é uma monstruosidade tamanha que nos leva a ter vergonha de pertencer à raça humana. Não há nenhum animal irracional capaz de tais atrocidades. Nem tenho palavras, amiga! São estas crianças que devemos homenagear, falando e escrevendo sobre elas sempre. Foi isso que fizeste e agradeço-te por isso. Temos que reflectir e muito sobre a responsabilidade que temos na situação em que se encontram as nossas crianças. Um beijinho e um bom fim de semana.
Emilia

VENTANA DE FOTO disse...

Versos tristes como corresponde a la cruda realidad de estos pueblos...con un grano de arena que portáramops cada uno se haría una montaña para remediar su injusta situación.

Besos

Manuel Luis disse...

Lágrimas em gotas de escrita. Grande homenagem.
Bjs

Tais Luso disse...

Como pode um poema ficar tão lindo com uma cena horrível? Com histórias tão tristes!
Ah, esses poetas...
beijo, querida!

Dilmar Gomes disse...

Cara amiga Carmem, eis uma realidade terrível. Melhor seria que não houvesse matéria prima para estes versos emotivos.
Um abração. Tenhas um lindo fim de semana.

Anjopoesia Anp disse...

Infelizmente isso é uma realidade dura e cruel ainda em nossos tempos...amei seu Blog

Maria Gloria D'Amico disse...

Uma dura realidade Carmem, para que acabe logo, um mundo tão desumano, que ainda desperdiça alimento e, ainda, em muitas partes, sem a menor condição de educação. Como pode ainda acontecer! Uma tristeza!
Beijinho Carmem e um excelente domingo.

As Mulheres 4estacoes disse...

Boa noite Carmem!
Que triste realidade, fico de coração pequeno ao imaginar o que esses pequenos passam.
Um abraço,
Sônia

Graça Pires disse...

Fiquei comovida com este poema tão ao encontro da realidade triste que se vive pelo mundo. Dá para ficarmos indignados com tudo o que se passa e onde, mais uma vez, as crianças são as vítimas mais indefesas.
Um beijo amiga.

Jaime Portela disse...

O dia da criança infelizmente não é para todas...
Gostei do poema, é excelente.
Carmem, tem um bom domingo e uma boa semana.
Beijo.

Clau disse...

Olá Carmem :)
Uma realidade que assusta e entristece...
Bom seria se houvesse uma borracha que apagasse
dores e traumas.
Criança sempre exala poesia, mesmo se forem tristes...
Bjs!

Cristiane Marino - Mulheres em Círculo disse...

Olá Carmem,

É dolorido saber que nossa espécie é capaz de tantas atrocidades com seus semelhantes mais indefesos...
Estou colaborando com uma ONG que acolhe principalmente grávidas e crianças refugiadas da síria e está fazendo um lindo trabalho, mas sei que é pouco...
É duro, mas não podemos desistir...o pouco que fizermos somado será muito.
Bjs

Jossara Bes disse...

Oi Carmem,
As vezes me sinto tão "nada", feito agora lendo suas palavras!
O mundo não para, a violência não cessa e o ser humano não evolui!
Criança para mim, é o que de mais sagrado há no mundo!
Dói meu coração quando me deparo com números tão chocantes!
Querida Carmem, minha admiração por tudo que escreves!
Beijo carinhoso!

Célia Cavaco disse...

Impossível não reconhecer este mundo cruel e desumano onde as crianças são preza fácil.Impossível adormecer com serenidade sabendo que não acontece longe,mas sim ao lado...neste país à beira mar plantado.
A poesia também é um acordar de consciência (as).

Fê blue bird disse...

Parabéns pelo seu grito de revolta e por esta denúncia.

A poesia é uma arma, e a amiga usou-a pelos direitos das crianças. Parabéns por este post.

Um beijinho e boa semana

Ana Maria Braga disse...

A tristeza do mundo real atinge a todos , inclusive as crianças que são seres indefesos.
E como algumas crianças sofrem!!
Um abraço e obrigada pela visita.

Ana Freire disse...

Uma magnifica forma de assinalar este dia...
Infelizmente, muitas crianças também estão a ser utilizadas como passaporte de fuga... sendo depois abandonadas, logo após a travessia de fronteiras...
Uma realidade chocante... mas brilhantemente abordada por aqui, para fazer acordar consciências...
Como sempre, um post fabuloso, pela abordagem e escolha dos temas...
Parabéns, Carmem! Magnifico post!... Mais um...
Bjs
Ana

Avelã disse...

É bom relembrar, neste dia e em todos, que o mundo está longe de ser perfeito...

Crocheteando...momentos! disse...

Carmem nunca é demais lembrar a importância do tema e alertar para a consciencialização!
Bj

redonda disse...

Um post muito certo para assinalar este dia.
Gostei muito do poema.
um beijinho
Gábi

Pedrasnuas disse...

Muitas crianças são vítimas d´um mundo extremamente desigual!...Um mundo cruel e injusto, sem piedade nem respeito algum por seres indefesos, totalmente marginalizados pela sua própria condição! ... Chocante!!! A grande e profunda insensibilidade de quem comanda os destinos dos povos!

Bjs

M. disse...

Quando não se respeita uma criança, não se respeita nada!