26/03/14

Vontade louca


http://www.glimboo.com/



E se um dia te der uma vontade louca de gritar?
Gritar bem alto.
Tão alto quanto te apetecer!
E pôr a boca no mundo, falar o que sair do mais profundo do teu querer!
E falar, falar, falar!
Sem papas na língua!
E gritar até cansar!

E aí…Nesse momento, tu te apercebes de que não tens ninguém que te ouça.

Não há quem esteja interessado em te ouvir.
Não há, sequer, alguém que, ainda que contrafeito, esteja aí à mão, para te ouvir!
Ah! Isso é o pior dos piores!
Isso é terrível!
Isso é a SOLIDÃO ESCANCARADA NA TUA FUÇA!
Parece-te impossível?
Mas digo-te: é verdade!
E não venhas cá com o argumento de que passaste uma vida inteira a ouvir o que tinham para te dizer e, ainda o que não te queriam dizer a ti, mas desaba(fa)ram em ti…

E daí?

De que te vale tudo isso agora?
QUEM tu tens aí, ao teu lado, para te ouvir?
Pois a verdade, meu amigo, é que nada disso tem valor agora.
Queres falar?
Queres gritar?
Queres pôr a boca no mundo?
Problema teu!
Pois então: fala pra’í!

29 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

É isso mesmo Carmem,se tivermos que gritar,gritemos muito,pois quanto mais colocarmos para fora tudo que acharmos estar prejudicando-nos estaremos libertando-nos de males que afetam até noss'alma.
Adorei seu texto.
Amiga,não conseguimos mesmo,por termos mais de 300 seguidores.
Também irei perguntar à Nádia como ela fez,a não ser que ela seja sua seguidora antes de haver esse problema.
Bjs e obrigada pela visita.
Carmen Lúcia.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi amiga Carmem,consegui através do navegador Internet Explorer.
Irei dizer à amiga Dorli.
Bjs e muita luz.
Carmen Lúcia.

Nádia Santos disse...

Já me senti assim e tive que guardar tudo dentro de mim... Isso também passa. Um bj

wcastanheira disse...

Uauauau muito bom, gostei de ler, interpretar e tentar viver seu texto, um mimo dxo pra vc beijinhos e beijinhosssssssssssss

Dorli disse...

Oi Carmem,
Que loucura seus escritos, de vez em quando me da umas loucuras e ponho a boca ao berros e tenho dois ouvintes. Tadinhos. Aí, choro...
Nada adianta.
Você está certa, nada de gritos.rsrs
Beijos
Lua Singular

Evanir disse...

Muitas vezes só necessitamos de uma palavra de conforto, de ânimo,
de alguém que dedique um pouco do seu tempo para nós.
E são nessas muitas vezes que encontramos nossos amigos virtuais!
Hoje venho te abraçar pelo dia do amigo virtual.
Você é benção na minha vida.
Quero estar em sintonia contigo
por muitos anos .
Como muito carinho deixei um mimo na postagem,
simples mais de todo coração.
beijos te agradeço pela nossa amizade.
Evanir.

Graça Pires disse...

Obrigada pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Virei aqui outras vezes.
Beijo.

Marisa Giglio disse...

Carmem , estou aqui para retribuir sua visita ao meu espaço e lhe agradecer pela companhia . Gostei dos textos que encontrei e , com certeza , seremos próximas daqui para frente . A blogosfera nos proporciona encontros e trocas que nos fazem crescer . Obrigada . Abraços

Rosa dos Ventos disse...

Eu grito para dentro mas o grito silencioso é o mais doloroso!

Abraço

lis disse...

E somos todos sujeitos a tantas regras...
Imagine nosso povo sofrido saísse gritando as suas mazelas ... rs
Deus é tão perfeito que nos dá o equilibro e conseguimos enfrentar o desabafo contido ,não é?
Obrigada pela presença e que o dia seja calmo para todos nós
um abraço grande

ᄊム尺goん disse...

[às vezes esquecem que
os sensatos, os bons ouvintes
também são humanos
[demasiadamente humanos...]

obrigada pela visita.


gosto daqui.

beijo

Yasmine Lemos disse...

Olá Carmem, obrigada por visitar meu blog. Lindo seu recanto.

Lendo seu post. Gritar ao vento é frustrante,é débil.Que a poesia nos sirva de atalho para nossos desabafos.
beijos

Dorli disse...

Oi Carmem
Passando para lhe desejar um ótimo dia.Eu posso até perdoar, mas esquecer jamais.
Obrigada pelo carinho
Beijos
Lua Singular

Merlaine Garcês disse...

Desabafar sempre é preciso, de uma forma ou de outra...

obrigada pela visita em meu blog.

bjs.

Elzinha Coelho disse...

Olá querida Carmem

Muito doce o teu espaço.
Estarei aqui mais vezes

Um beijo

manuela barroso disse...

A revolta, o desânimo, a solidão, a injustiça...tudo isso no faz apetecer gritar, soltar dos pulmões esse fumo de indiferença que tantas vezes atiram como pedras, como gumes...
Mas sabe, Carmen? Infelizmente nem sempre os gritos resolver melhor. Já viu porque o segredo desperta tanto a atenção? Não porque queiram ajudar, mas para fazer gritar. Se faz bem gritar? Se faz!
Beijinho

Nita Oliveira disse...

Gostei de passar por aqui. Vou ficar.
Beijo.
Nita

Arte & Emoções disse...

Olá Carmem! Fiquei muito feliz com a tua honrosa visita e, principalmente, por teres te tornado seguidora do nosso humilde espaço. Isso somente aumenta a minha responsabilidade de melhorar rudo aquilo que crio e escrevo. espero que voltes mais vezes, pois será sempre um prazer renovado. Eu, particularmente, apesar de, depois de várias tentativas, não conseguir me tornar teu seguidor, com certeza aqui sempre me farei presente.

Quanto ao teu post, Muito bom, gostei bastante. Eu costumo fazer tudo aquilo que me der vontade, gritar, chotar, sorrir, cantar, etc. Rsrs.

Beijos e muita paz para ti e para os teus.

Furtado.

PS- Estou encontrando dificuldades em seguir alguns blogs. Mas vou continuar tentando.

Amara Mourige disse...

Olá Carmem,adorei sua visita e vim retribuir o seu carinho!Lindo o seu blog!
Beijos
Amara

Edna Lima disse...

Se não me ouvem eu grito.
Belo texto. Obrigada pela carinhosa visita.
Ótimo conteúdo seu blog.
Abraços do lado de cá do Atlântico.
Edna

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde,
Gritar, desabafar é necessário, engolir tudo em silencio não é saudável.
Abraço
ag

Anne Lieri disse...

Gritar não é proibido! Agora, ser ouvido é uma outra história...rss...grande poesia,adorei! bjs,

Zilani Célia disse...

OI CARMEM!
EM PRIMEIRO LUGAR TE AGRADEÇO POR TUA IDA AO "SÓ PRA DIZES" E ME SEGUIR.
QUERO QUE SAIBAS QUE ESTOU COM PROBLEMAS, ALIÁS MUITA GENTE ESTÁ, NÃO CONSIGO SEGUIR OUTROS BLOGS, MAS COMO É UM PROBLEMA DE MUITOS, CREIO QUE LOGO SERÁ SANADO, ASSIM QUE SE RESOLVER VENHO AQUI PARA TE SEGUIR TAMBÉM.
GOSTEI DESTE GRITO QUE DÁS, PARA ALERTAR QUE SOLIDÃO NÃO FAZ BEM A NINGUÉM E FALAR COM AS PAREDES, MENOS AINDA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Edna Lima disse...

Querida Carmem adoro ler bons textos assim como os seus.Tento seguir seu blogue mas diz que não foi possível processar.
Mas também dá que estou seguindo mas não aparece.
Quem sabe uma hora consiga.
Boa semana pra ti. Beijos.

Ana Paula disse...

Carmem, entre borboletas e abelhinhas no estômago, obrigada por estar lá no lado de fora do coração!
Voltarei com serenidade para voar por aqui! Beijo.

Pérola disse...

Por vezes as palavras gritadas ou sem nexo são as mais inteligentes.

Beijinhos

Marisa Giglio disse...

Carmem , hoje passo para desejar a você e família uma abençoada Páscoa . Beijos

Graça Pires disse...

Obrigada pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Passarei aqui outras vezes.
Beijo.

Ivone disse...

Que ótimo poder vir aqui, conhecer novos amigos é sempre um prazer!
Amei o texto, bem assim, nada e nem ninguém nos dá ouvidos e muito menos damos ouvidos à quem quer que seja, gritar só serve para extravasar, mas depois a pressão aumenta e fica bem pior, sendo assim...
O silêncio muitas vezes diz muito mais!
Abraços e obrigada pelo carinho da visita e comentário lá no meu espaço!