12/05/15

Minha Utopia




No fazer da
Minha saudade
Uma lembrança
Do que nunca
Foi verdade,
Enganei
O desalento.
Consegui que o desejo
Fosse ordem,
Que a dor
Fosse sonho,
Que a morte
Fosse vida.



26 comentários:

Arlete Mourige disse...

Que linda utopia!B js

Elvira Carvalho disse...

Bonito poema.
Um abraço e fique bem

Andrea Liette disse...

A utopia estará sempre um passo do inatingível para nos motivar a prosseguir.
Beijo.

Mariangela do Lago Vieira disse...

Muito bonito teu poema Carmem!
Abraços!
Mariangela

Luma Rosa disse...

Oi, Carmem!
A nossa mente é poderosa, vai dizer!
Mas o tempo consegue diluir as lembranças em fragmentos e o interesse em lembrar somente de coisas boas satisfaz aquilo que não pode ser consumado em vida. A imaginação se une às lembranças e vivem felizes para sempre!
:)
Beijus,

Arco-Íris de Frida disse...

A utopia de ser feliz... poema belo...

Beijos...

Maria Luisa Adães disse...

Que bom!

Eu ainda não consegui
fazer a mínima coisa que pensava fazer

e sei, nunca vou conseguir
e apenas gostaria de :

Deixar missões cumpridas
Caminhos percorridos
Pesares e penas esquecidas!...

Maria luísa

"os7degraus"

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Carmem...o poeta recria a realidade e faz do sonho a sua verdade.Bela a sua utopia.
Um abraço

Silenciosamente ouvindo... disse...

Eu tmbém gostava de ter uma utopia
assim, tão longe da realidade.
Desejando que se encontre bem.
Bj.
Irene Alves

Ana Freire disse...

Às vezes, precisamos morrer por dentro... para renascermos de novo... mais fortes do que nunca... pois teremos aprendido mais alguma lição, que precisaríamos de aprender, ainda que da forma mais dura...
Como sempre... absolutamente magistral, a combinação de imagens e palavras, por aqui...
Beijinhos, Carmem!
Continuação de uma óptima semana...
Ana

Araan disse...

Belo poema, Carmem
Beijos.

Cadinho RoCo disse...

Somos guias do nosso fazer.
Cadinho RoCo

heretico disse...

... e fizeste o milagre da Poesia!

beijo

Cristal Azul disse...

Lindo poema!Carmem.
Agradeço a sua visita.
Adorei conhecer seu lindo blog.

Beijos.

MARILENE disse...

Carmem, até o que não existiu conseguimos viver nas lembranças. Uma realidade preenchida com o sonho, capaz de lhe dar vida. Muito belo! Bjs.

Ani Braga disse...

Oi Carmem querida


E que linda utopia...

Beijos e bom final de semana
Ani

Elisabete disse...

É mesmo uma utopia encantadora!
Desejo-lhe um bom fim de semana

redonda disse...

Bonita a imagem e o poema.
Bom fim-de-semana e um beijinho
Gábi

MARIPA disse...


Boa noite,querida Carmem

Como gostaria de viver esta utopia! "Que a dor fosse sonho,...

Não é possível,mas posso ler o belo poema,senti-lo dentro de mim
e deixar-lhe um beijo com todo o carinho.

ReltiH disse...

EXCELENTE, EXCELENTE!!!
ABRAZOS

© Piedade Araújo Sol disse...

eu também gostaria dessa utopia...

bom domingo

beijinho

:)

Graça Pires disse...

Pode-se sempre sonhar...
Beijo.

GarçaReal disse...

Belo e profundo.

Muito bem versejada esta utopia.Parabéns

Bjgrande do Lago

EU disse...

Que bom seria se pudesse ser concretizada!
Gostei imenso do poema. Há um toque de originalidade!
Bjo, Carmen :)

silvioafonso disse...

Como eu prometi, vim trazer
meu beijo.

Parabéns pelo blog, sempre
tão bonito.




.

Maria Rodrigues disse...

Uma bela utopia, um lindo poema.
Beijinhos
Maria