01/04/16

O que será?


https://pixabay.com 





Será, amor,
que são teus olhos
que espelham os meus?
Ou são os meus
o traduzir dos teus?

Será o teu amor
que dá alento
à minha vida?
Ou serei eu, deveras,
a linfa que te alimenta?

Deixa ao mundo a dúvida.
Corre a cortina,
tranca a porta,
que a mesa está posta.
É certo que eu sou o miolo
e tu a côdea
do mesmo pão que nos sacia.



38 comentários:

MARILENE disse...

Que lindo, Carmem! Em sentimentos reais, essa completude salta aos olhos e a luz habita as duas partes. "A mesa está posta"... o alimento em perfeita união. Bjs.

Luis Filipe Gomes disse...

A dúvida é boa. Tão boa quanto a fé.

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Quando o coração bate certinho
Na sua cadência de união,
O Amor se funde, de mansinho,
Sem que isso seja uma ilusão.


Belíssimo Poema.

Beijo
SOL

Benó disse...

Lindo poema de amor que me enternece.

Jussara Neves Rezende disse...

Beleza de poema, Carmem, que começa com uma dúvida e se encerra certo de uma verdade. Quisera um amor assim!
Abraço!

✿ chica disse...

Cantar o amor faz bem sempre.LINDO!Adorei! bjs,m chica

Toninho disse...

Muito linda definição da outra metade do todo.
Inspiração acelerada e bela.
Gostei Carmem.
Bom fim de semana com paz e alegria e muito amor.
Abraços

lis disse...

O amor está no ar... e que amor intenso hein?
nem precisa perguntar Carmem será amor sim !!
amei o poema vou levar comigo .
beijo meu e 'tranca a porta' ok? Viva o amor!

Lourdinha Vilela disse...

Maravilhoso poema Carmem. Os olhares se fundem na cumplicidade do amor verdadeiro.
Adorei. bjs.

Lucy Mara Mansanaris disse...

Ah que lindo!!!
Bom dia Carmem, imenso poder ler um poema dessa grandeza, parabéns pelo compor!
Abraço, Lu.

Diana Fonseca disse...

O amor que nos move e faz viver!

ReltiH disse...

GUAUUU MUY LINDO TEXTO!!
ABRAZOS

Guaraciaba Perides disse...

são versos de amor, certamente, que saem pelos olhos se misturam e se contemplam em êxtase divino...
Um abraço

Lu Nogfer disse...

Lindíssimo!
O amor uni de todas as formas.

Beijos, amiga!

As Mulheres 4estacoes disse...

O amor que completa, que preenche quem dá e quem recebe.
Abraços,
Sônia.

Lilazdavioleta disse...

Saciar-nos do mesmo pão , será a o nosso anseio primeiro ?

Um abraço , Carmem ,
Maria

Lu Nogfer disse...

Olá, Carmem.

Hoje voltei só mesmo, para agradecer. Muito obrigada pelo comentário reflexivo que me deixou no Atitude.
Desculpe a demora mas já está respondido. Na verdade, refletido. Gostei muito!

Ótimo domingo, amiga!

Beijinhos.

Laura Santos disse...

Um poema onde vibra a reciprocidade. De um se alimenta o outro, e em cada olhar se reflecte o olhar do outro.
Muito lindo, Carmem.
xx

Jossara Bes disse...

Lindo demais!
Palavras revestidas de amor e cumplicidade!
Beijo carinhoso!

Minhas Pinturas disse...

Deixar a dúvida lá fora e viver o amor e dele se alimentar... Lindos versos, maravilhosa inspiração amiga, amei!
Parabéns, beijinhos,
Léah

Aline Goulart disse...

O amor é essa união de duas almas que se alimentam desse sentimento único. Lindo o seu poema. Lindo mesmo. Beijinhos e uma ótima semana.

Tais Luso disse...

Amor é isso, uma cumplicidade e uma troca!
Sendo assim, é sempre lindo!
Beijo, carinho!
(vi novamente o vídeo do nenê com os cachorrinhos... que coisa linda!!!)

Ana Freire disse...

O mundo seria mesmo um lugar sem sabor... se não fosse o amor...
Que poema tão leve e encantador!... Adorei cada palavra, Carmem!
Beijinhos! Feliz semana!
Ana

Graça Pires disse...

Não há dúvida nenhuma, amiga. É de amor que fala este poema. De amor tão cúmplice... Muito belo!
Beijo.

. intemporal . disse...

.

.

. quando o poema é um canto de amor . é a vida que se celebra . em toda a sua plenitude .

.

. um beijo meu .

.

.

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

Relendo e saboreando a tua Poesia.

Beijo
SOL

manuela barroso disse...


Tanta a cumplicidade...
bendito pão!
Beijinho, Carmen

Manuel disse...

Um poema perfeito.
Belo, romântico e cheio de sedução.

Vera Lúcia disse...


Ah! Que lindo, Carmem!
Quando há amor tudo é "junto e misturado"-rsrs. A reciprocidade é perfeita.
Adorei!

Beijo.

Maria Rodrigues disse...

É o amor que une duas almas.
Maravilhoso poema
Beijinhos
Maria

Suzete Brainer disse...

Olá Carmem,

O amor complementa e é no olhar,
o espelho e a linguagem perfeita da sua tradução!...

Belo poema!
Beijo.

Miss Smile disse...

O amor é um espelho que se move tão subtilmente que nem notamos onde começamos nós e termina o amado. A sua ciência é, precisamente, não ter ciência nenhuma.
Um belo poema, Carmem!

Um beijnho :)

Ghost e Bindi disse...

Bom dia Carmem!
O amor é o pão que sacia a alma. E, compartilhado, o pão do amor cumpre a sua sina neste mundo, pois o amor sempre quer companhia de mais amor...
Um abraço!
Bíndi e Ghost

Nadja disse...

Que lindo, Carmem! Fiquei mais romântica do que já estou.
Penso que seja os ares de Outono, sabe?
Parabéns pela ternura que depositou nesse poema tão significativo!
É a Primavera....

Bjks

Elvira Carvalho disse...

Quando o tema é amor tudo é possível. Gostei.
Um abraço

VictorNanny disse...

No amor tem que haver cumplicidade, e é isso que você ensina!
Belo poema, Carmem!
Beijos!

Odete Ferreira disse...

Carmen, a pergunta retórica não carece de resposta: o poema é a resposta! Só assim é AMOR! Belo e muito bem estruturado, amiga.
BJO :)

manuela barroso disse...

Voltei
para reencontrar o que só o coração sente!
beijo :)