22/03/15

luz não basta

     RASGOU-SE  O  CÉU  E  DAS  ENTRANHAS  DO  BREU  SURGIU  A  LUZ
Mas  tanta  luz
Ofuscou-te  a  visão,
Toldou-te  o  pensamento.

Culpa foi de quem não chamou à evidência: discernimento.







21 comentários:

lua singular disse...

Oi Carmem,
Lindo pensamento!
Adoro pensamentos
Abraços

Elvira Carvalho disse...

Pois. Quando a luz é em demasia, cega-nos.
Um abraço e um bom Domingo.

Jossara Bes disse...

Contemplar e refletir os fenômenos da natureza é sabedoria!
Bela imagem, preciosas palavras!
Felicidades para você!

© Piedade Araújo Sol disse...

a luz quando é demais pode cegar.
e não só a luz.
beijinho
:)

Maria Rodrigues disse...

Como em tudo na vida, tem de haver equilibrio.
Gostei do pensamento.
Beijinhos
Maria

Gracita disse...

Olá Carmen
O que vem em demasia causa desconforto
Discernir e equilibrar para não desandar.
Beijos e uma boa semana

P' disse...

Muito certo

Arte & Emoções disse...

Lindo e muito profundo!

Abraços,

Furtado.

Eliete disse...

Carmem muita luz em sua vida.bjs

Lilá(s) disse...

Nada como o meio termo...
Bela imagem!
Bjs

Ana Freire disse...

Eu por acaso, sempre associo o conceito de Luz, a verdade, conhecimento e discernimento...
e acho mesmo que o problema da humanidade, é a falta de Luz, no interior de cada ser humano, por vezes, e ao longo de várias circunstâncias, e épocas...
Por vezes, penso, que nem sempre será a luz que nos cega... por vezes, somos nós que nos recusamos a ver, o que a luz nos mostra... digo eu... mas posso estar completamente errada...
Um excelente post... que dá que pensar...
Beijos, Carmem! Votos de uma excelente semana...
Ana

Mi F. Colmán disse...

Oi Carmem.
Luz demais nos cega, mas a escuridão total também.
Luz demais na vida deixa a pessoa acomodada, insensível e até ingrata.
A escuridão total, idem.
Por isso o equilíbrio entre luz e escuridão é o mais sensato.
Beijos nova amiga.

Rivotril com Coca-Cola

Dilmar Gomes disse...

Pois é amiga Carmem, os excessos, de modos geral, não são produtivos. Equilíbrio, conforme disse a MI, eis a situação ideal. Um abração. Tenhas uma linda semana.

SOL da Esteva disse...

Fechar os olhos diante da luz, ajuda-nos a ver desde o nosso interior.
Gostei.


Beijos


SOL

MARIPA disse...


Olá,Carmem

A luz em demasia causa perturbações várias...Esse "-te" dá que pensar.

Eu gosto de pessoas que irradiam luz interior. Sinto essa luz aqui...

Beijinho amigo.

Brisa disse...

Basta sentir a luz...e o pensamento voa...

Luma Rosa disse...

Oi, Carmem!
A luz do discernimento é sempre bem-vinda! Que ela esteja sempre presente em nosso caminhar e que não nos ofusque os olhos nunca! :)
Beijus,

Lilazdavioleta disse...

A Luz nunca é demais , se soubermos bebê - la lentamente e com suavidade .
O nosso interior agradecerá , e o discernimento tomará o nome de sabedoria .

Um abraço , e grata pela sua visita ,
Maria

Rita Freitas disse...

Sem luz não haveria escuridão e ao contrário também é verdade :)

bjs

Graça Pires disse...

É necessário que a Luz preencha o coração...
Beijo.

EU disse...

Há tanta gente que se ofusca com as luzes da ribalta!
Discernimento, bom senso...tão necessários!
Bjo, amiga :)